RELEASES

EXPODIRETO: Divinut leva para a Expodireto a noz-pecã como alternativa de renda e diversificação no campo

 

Visitantes poderão conhecer a fruta e saber mais sobre a possibilidade de lucrar com a pecanicultura

 

Uma das maiores produtoras e beneficiadoras de noz-pecã do Brasil, a Divinut, leva uma mostra da pecanicultura para dentro da Expodireto Cotrijal 2022, que acontece de 7 a 11 de março em Não-Me-Toque (RS).

Os produtores rurais e visitantes poderão ver de perto mudas de nogueiras, além de nozes inteiras, em pedaços e granuladas e, ainda, a demonstração de implementos, como globonut para colheita e o Formicita, que evita problemas com a formiga cortadeira. Outra grande novidade será a demonstração de móveis fabricados com madeira de nogueira pecã. “’A Expodireto é uma excelente oportunidade para os agricultores e possíveis investidores do agro conhecerem a noz-pecã como alternativa de diversificação da propriedade ou investimento, tendo em vista que o Rio Grande do Sul responde hoje por 80% da produção nacional da pecã”, destaca Edson Ortiz, diretor da Divinut e representante da ABNC (Associação Brasileira de Nozes, Castanha e Frutas Secas).

Com uma demanda global que cresce exponencialmente, a nogueira-pecã apresenta-se como forte opção de diversificação das atividades, para que o produtor não dependa dos rendimentos somente de uma cultura, como soja ou milho. A nogueira pode oferecer ao produtor rentabilidade superior as culturas tradicionais. Isso vale tanto para grandes quanto as pequenas propriedades.

A Divinut conta hoje com quatro mil parceiros, sendo a sua grande maioria da agricultura familiar. Empresa com 20 anos de tradição, sediada em Cachoeira do Sul, é especializada no beneficiamento de noz-pecã e produção de mudas, possuindo o maior viveiro de mudas com raízes embaladas do mundo.

Em seu Sistema Divinut de Parceria, assegura aos produtores rurais assistência continuada em todas as etapas, como o planejamento do plantio, fornecimento de mudas, aperfeiçoamento e compra da produção pelo preço de mercado.

O Brasil é o quarto maior produtor mundial de noz-pecã e se prepara para a colheita 2022, que começa no mês de abril. Cerca de oito mil hectares são cultivados nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.  Mesmo com a estiagem severa que o RS enfrenta neste verão, alguns pomares irrigados podem ter uma produção maior que ano passado, explica o diretor da Divinut e representante da ABNC (Associação Brasileira de Nozes, Castanha e Frutas Secas), Edson Ortiz. “Na média, espera-se uma safra cerca de 30% menor que a registrada em 2021, que ficou em torno das 6 mil toneladas”, destaca Ortiz. 

Na Expodireto, a Divinut fica localizada no setor de Florestas Comerciais da Emater. O parque de Exposições da Cotrijal fica no km24, RS-142, aberto à visitação das 8h às 18h. A entrada é gratuita.

 

 

 

 

 

Texto: AgroUrbano Comunicação
Foto: AgroUrbano
www.agrourbano.com.br
www.facebook.com/AgrourbanoComunicacao
@agrourbano_comunicacao

Últimos Releases

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.