RELEASES

Inteligência Artificial avança no cultivo de frutas e hortaliças

Produtores da Serra gaúcha passarão a utilizar aplicativo para coletar dados do campo e rastrearem todos os acontecimentos do cultivo

 

Desde agosto, quando passou a vigorar a Instrução Normativa 2/2018, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Agricultura, os produtores de citros, maçã, uva, batata, alface, repolho, tomate e pepino passaram a ser obrigados a aplicar procedimentos de rastreabilidade para fins de monitoramento e controle de resíduos de agrotóxicos.

Para atender essa nova determinação da legislação brasileira e um consumidor cada vez mais exigente, um grupo de produtores de hortaliças e uvas da serra gaúcha passarão a adotar uma nova ferramenta no dia a dia da lavoura. Através de um aplicativo, o produtor rural ou técnico podem visualizar em tempo real a produção, coletar dados do campo e rastrearem todos os acontecimentos do cultivo.
A inclusão do app na rotina dos produtores é o primeiro resultado concreto do Intensive Connection, um programa de potencialização de startups realizado pelo Sicredi em parceria com a AgTech Garage, maior hub de inovação da América Latina. A startup Elysios, de Porto Alegre, foi uma das escolhidas para participar do projeto por ser a primeira plataforma mobile e web focada no pequeno e médio agricultor familiar.

“Desenvolvemos um aplicativo que permitem coletar dados no campo e transformá-los em informações para otimizar processos, reduzir custos e aumentar rendimentos de várias culturas. Com ele é possível fazer controle de aplicação de defensivos até gerar uma perspectiva de volume de safra. Além de gerar uma série de informações para a rastreabilidade dos hortifrutis e frutas”, explica o diretor
de produto e um dos fundadores da startup, Levi Trevisan.
O primeiro período de teste será dedicado com produtores atendidos pelo Sicredi Serrana RS, onde 13 agências da região disponibilizarão o app para grupos de 10 a 15 produtores de frutas ou hortaliças.
De acordo com o diretor
de produto, a tendência futura é incluir novas funcionalidades no app e atendam as demandas do produtor e do Sicredi.
“A nossa solução é voltada para aqueles produtores que querem garantir qualidade ao produto final, através de rastreabilidade, controle de pragas e doenças etc. Mas também permite incluir funcionalidades, como por exemplo, otimizar processos de aquisição de crédito”, projeta Trevisan.
A responsável pelo desenvolvimento de sistemas de controle e automação para horticultura, a Elysios utiliza como base o conceito de Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Essa tecnologia torna possível o sensoriamento do cultivo e processamento dos dados, que permitem ao produtor tomar a melhor decisão possível com base nas necessidades da planta, possibilitando ganho de produtividade e um uso otimizado de água e insumos.


Conceito de Inteligência Artificial

A Elysios Agricultura Inteligente, startup do agro utiliza como base o conceito de Internet das Coisas e Inteligência Artificia. Na prática, o sistema funciona assim: sensores são distribuídos no cultivo para controle de variáveis responsáveis pela qualidade das plantas, como temperatura, luminosidade, umidade, irrigação e nutrientes. Todos os dados são processados no local pelo aplicativo chamado Demetra, que o produtor pode acessar no celular ou mesmo no computador.
Conforme explica do diretor de Tecnologia da Elysios, Gabriel Simonetti, o sistema pode funcionar de forma autônoma ou pela ordem do produtor. Através da inclusão de dados é criado um "Diário de Campo eletrônico", onde produtor pode acompanhar seu cultivo e interagir com informações da sua fazenda. O aplicativo ainda aprende com as informações coletadas de cultivos, auxiliando os produtores.
"Oferecemos soluções de software e hardware para o agricultor realizar a melhor decisão possível com informações precisas. Nossa solução distribui no ambiente do cultivo tecnologias de sensoriamento para as principais variáveis responsáveis pela qualidade do cultivo, como temperatura, luminosidade, umidade, irrigação e nutrientes. Além disso, permite ganho de produtividade e um uso otimizado de insumos, chegando a uma economia de água de até 80% e com metade da mão de obra", destaca.
Para finalizar, Simonetti, que também participou da criação da Elysios. lembra que a ferramenta que será utilizada pelos produtores permite o registro de pragas e doenças, controle de aplicações e adubações, além do módulo financeiro. O resultado é ganho de produtividade e um uso otimizado de insumos, chegando a uma economia de água de até 80%.

 

 

Informações para a imprensa

Texto: AgroUrbano Comunicação

Foto: Francisco Motta Kohlmann / Divulgação Elysios

Fone/Whats: (51) 99165 0244

www.agrourbano.com.br

www.facebook.com/AgrourbanoComunicacao

Instagram: @agrourbano_comunicacao

Últimos Releases

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.