RELEASES

Novo monitor de preços do mercado da pecuária pode ser decisivo para a realização de bons negócios

Lançamento de plataforma de comercialização de bovinos leva em conta variáveis como peso e forma de terminação de animais

 

Situações como geada no campo, queda na produtividade do milho, aumento das exportações e consumo são variáveis determinantes de preços no instável mercado da pecuária, tanto de boi gordo quanto de reposição. Chegar a um bom valor de comercialização, na oferta ou compra, requer atenção e acesso a informações atualizadas.

A Central do Boi, plataforma que facilita a comercialização de bovinos, possibilitando inclusive negócios sem custo algum, lançou, no início de julho, um novo Monitor de Preços para balizar as negociações entre compradores, vendedores e corretores de gado. Fundador da empresa e idealizador do projeto, Matheus Scalco Mallmann explica que é feita uma compilação dos dados informados pelos usuários, levando em conta preços que estão sendo praticados no dia a dia, pelo mercado, e negócios realizados em remates, entre outras fontes. “Reunimos diferentes informações e as traduzimos para produtores e intermediários, concentrando tudo em um só lugar e de maneira mais detalhada. Fazemos uma média e equalizamos, de acordo com a região”. As tabelas, atualizadas constantemente, levam em conta faixas de peso, para animais de reposição, e o tipo de terminação, para o boi gordo. “Se eu dissesse que o quilo do terneiro está em R$ 14, um animal de 150 quilos custaria R$ 2 mil e o de 250 quilos custaria de R$ 3.500. Mas na realidade é o inverso, paga-se mais pelo quilo do terneiro leve e menos pelo pesado. Essa diferenciação é uma das propostas que diferencia o nosso Monitor de Preços dos demais indicadores”, exemplifica Matheus. “O mesmo acontece com o tipo de terminação do boi gordo, disponibilizamos valores diferentes para o gado em confinamento, pastagem ou a campo”.

A empresa garante o sigilo de quem passa os dados, que não é identificado. “Todos os números são confirmados, isso é levado muito a sério. Não queremos dar números fora da realidade do mercado. Esse trabalho confidencial e a verificação fazem toda a diferença, para que nosso monitoramento resulte em informações úteis e precisas”.

A Central do Boi é uma plataforma de negociação de terneiros, novilhos, vaca de invernar, machos e fêmeas, de forma prática e segura. Os interessados em vender ou comprar fazem o cadastro, no site, de forma simples. Havendo interesse em algum lote, as duas partes negociam entre si, a Central do Boi auxilia quando solicitada, sem cobrança de comissão. “Todos podem ser comerciantes, compradores e anunciantes ao mesmo tempo. Oferecemos uma possibilidade de expansão dos negócios, mantendo a comercialização direta entre as partes”, esclarece Matheus. As fotos ou vídeos dos lotes ofertados vêm acompanhados de informações como raça, peso e preço sugerido.

A plataforma, que busca fazer a ligação entre todos os elos da cadeia pecuária, neste primeiro momento possibilita negociações somente no Rio Grande do Sul. “Somos independentes e queremos passar informações sem nenhum viés, para ajudar na profissionalização do mercado. Nos dias de hoje, é fundamental pensar no retorno financeiro da atividade, porque a pressão por resultados é cada vez maior. E para obter esses resultados precisamos de informações”.

 

 

 

 

Texto: AgroUrbano Comunicação 
Foto: Divulgação Central do Boi
Fone/Whats: (51) 99165 0244 
www.agrourbano.com.br 
www.facebook.com/AgrourbanoComunicacao 
Instagram: @agrourbano_comunicacao 

Últimos Releases

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.