RELEASES

Startup recria modelo de fidelização e aposta na venda colaborativa para atrair consumidores do agro

Criada pela Produce, campanha oferece de eletrodoméstico, caminhonete e até colheitadeira na compra de insumos

 

Startup que inovou com a venda colaborativa de insumos e dispõe da maior força de comercialização do agronegócio no Brasil, com três mil consultores, a Produce lança agora uma campanha de fidelização. Força Produce é um programa de pontos, em que a compra e venda de sementes e fertilizantes rendem recompensas. Assim que finaliza uma compra, o agricultor já começa a acumular moedas, que podem ser trocadas por uma variedade de produtos, conforme a quantidade. Entre as mais de 30 opções disponíveis estão ferramentas, eletrodomésticos, smartphones, motocicletas, automóveis, caminhões e até máquinas agrícolas, como tratores e colheitadeiras.

No Mato Grosso do Sul, uma venda de sementes de soja que está sendo finalizada, em Campo Grande, renderá pontos tanto para o produtor rural quanto para o Producer (como são chamados os consultores de vendas) Gleidson Thiago Lima Alexandre. “É um incentivo bem interessante porque todos ganham. Imagina um produtor receber um prêmio que foi trocado por pontos, sem custos. Além de gostar ele vai mostrar para os amigos e vizinhos, a melhor propaganda é a que se faz boca a boca”, pondera o engenheiro agrônomo, que tem parceria com a Produce há menos de um ano e se mostra otimista.

Com quase dez anos de profissão, Lima também atende clientes de longa data no Mato Grosso, estado que lidera o ranking nacional da produção de grãos sendo responsável por 30,5% do total, segundo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola divulgado no mês de abril pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). A aposta, no momento, é em novos contratos de sementes e insumos com produtores que já preparam o plantio das próximas safras de soja e milho. O mercado é acirrado e a meta é uma produtividade cada vez maior. “O produtor precisa investir em insumos de qualidade para ter bons resultados, a Produce oferece produtos de alta qualidade e aceita negociar prazos. Tem cliente que paga à vista, outro paga à safra, cada um tem sua peculiaridade. Felizmente conseguimos facilitar bastante, a proposta da Produce é muito boa”, afirma

Segundo o diretor da Produce, Guilherme Trotta, o principal objetivo da campanha é construir relacionamentos mais fortes com os clientes. “O programa de pontos é baseado em um princípio simples, cada real comprado em produtos converte em moedas virtuais, que chamamos de Forças, e elas podem ser trocadas ao longo da promoção”, resume o também especialista em marketing. “Acreditamos que a repercussão será positiva em todo o mercado, especialmente entre os produtores rurais do Centro-Oeste, afinal todos trabalhamos com commodities importantes em nível mundial. A soja e o milho são fundamentais para o consumo humano e, também, para a cadeia produtiva animal”, considera.

Regulamento –

A campanha Força Produce vale para todos os produtos do portfólio, como fertilizantes e sementes de grãos, oleaginosas e pastagens. As moedas são cumulativas e as trocas por prêmios podem ser realizadas durante o período de vigência da campanha, que vai até 01 de novembro para os produtores rurais. Para os consultores, o prazo encerra em 30 de junho.

Criada em 2019 em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, a startup tem como base do modelo de negócio o relacionamento entre as pessoas e vem alcançando excelentes resultados. “Nossas vendas são diferenciadas porque temos, como estratégia, a inclusão de profissionais, não só do agro mas também de outros setores, nas relações comerciais do agronegócio. São os nossos três mil Producers que, juntos, formam a maior força de comercialização do agronegócio no país,”, explica o diretor Trotta. Segundo ele, a iniciativa partiu de uma demanda identificada no campo, de que o produtor rural prefere ser atendido por uma pessoa em quem ele confia, ao invés de vendedores, na hora das compras. “Na venda direta, nossos consultores é que fazem a aproximação do produtor com a Produce. Eles partem a partir da sua própria rede de contatos e são esses contatos que interessam”, detalha.

Os consultores são acompanhados, de perto, por um time de engenheiros agrônomos da própria Produce. A startup é responsável pela logística de distribuição e cobrança, entregando ao produtor o que foi acertado com o consultor. Trotta reitera que o produtor rural tem visão de negócio e sabe onde precisa investir. “Ele conhece os produtos e consome tecnologia, mas na hora do insumo agrícola prefere uma relação de mais simplicidade. Por isso o nosso modelo está em constante aperfeiçoamento, assim como o mundo e as tecnologias, acompanhando tudo de perto”.

 

 

 

 

Texto: AgroUrbano Comunicação
Foto: divulgação Produce
www.agrourbano.com.br
Fone/Whats: (51) 99165 0244
www.facebook.com/AgrourbanoComunicacao  
Instagram: @agrourbano_comunicacao 

Últimos Releases

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.