RELEASES

Eficácia e transparência nas compras

Cerepal anuncia licitação para a aquisição de bens e serviços ainda em janeiro

 

Centro de referência no atendimento a lesionados cerebrais, o Cerepal (Centro de Reabilitação de Porto Alegre) aposta na eficiência para minimizar a falta de recursos. A aquisição de bens e serviços, necessários ao atendimento diário de 170 pacientes infantis e 300 adultos (em média 6 mil por mês), passará a ser realizada por meio de pregões eletrônicos. A decisão é uma tentativa de encontrar alternativas para itens que, em algumas situações, tiveram reajustes acima de 20%.

“As compras sempre foram feitas direto com os fornecedores, o fluxo era assim, mas os preços vêm aumentando muito. Uma cadeira de rodas que custava R$ 960 em janeiro do ano passado, foi para R$ 1.180”, exemplifica a vice-diretora da entidade, Regina Costa.
“Percebemos que não havia concorrência, a gente não conhecia outro fornecedor, por isso não tínhamos como comparar valores. As licitações devem nos ajudar a conseguir preços menores em todos os produtos, estamos confiantes”, completa.

O primeiro edital para aquisição de cadeiras de rodas motorizadas, deverá ser lançado ainda no mês de janeiro. O objetivo é, ao longo do ano, passar a obter desde muletas até produtos de limpeza e material de escritório. Segundo o consultor Marcelo Verlindo, as compras serão realizadas através do portal e-licitações, do Banco do Brasil, que possui mais de 300 mil fornecedores cadastrados e é utilizada por órgãos públicos e entidades de todo o país. “O pregão é um leilão às avessas, a disputa é para ver quem oferece o menor valor. É muito mais ágil, prático e econômico, sem perda de tempo procurando, deslocando pessoal para buscar orçamento, ligando para ver se vai mandar. A plataforma facilita a negociação entre comprador e fornecedores, que já fazem isso o dia inteiro”, explica Verlindo, diretor da Consult Licitação. “Além de economia, o sistema oferece também transparência. O pregão eletrônico é aberto, qualquer pessoa pode assistir às transações on-line, na hora da disputa, ou mais tarde, pois fica disponibilizada ao público”.

O especialista atribui os reajustes nos preços de equipamentos a variáveis, como a alta do dólar, o que complica ainda mais a situação financeira da entidade, que é mantida através de verbas de convênios e doações. A dirigente do Cerepal conta que os valores pagos pelo SUS para a aquisição de equipamentos não são reajustados há alguns anos. “Nós compramos uma cadeira, de acordo com a necessidade específica do paciente e entregamos. Nós faturamos para o SUS nos ressarcir. Mas a tabela do SUS é fixa, quando pagamos acima do valor, o Cerepal é que arca com a diferença. Com a licitação, eu espero conseguir valores mais baixos, por isso a licitação é tão importante. A gente tem muitos gastos e qualquer economia é bem-vinda”, resume Regina.

Além das verbas do SUS, a entidade recebe doações do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Funcriança) e participa de projetos como Tampinha Legal e Nota Fiscal Gaúcha. Também disponibiliza contas bancárias para depósitos e recebe donativos. Informações podem ser obtidas no site www.cerepal.org.br/comodoar.

Para depósitos bancários:
Banco do Brasil - Agência 5745-2 - Conta Corrente 13005-2
Banrisul - Agência 007-0 - Conta Corrente 06.040313.0-9

 

 

 

Sobre o Cerepal

www.cerepal.org.br

 

 
Texto: AgroUrbano Comunicação
Foto: Cerepal
Fone/Whats: (51) 99165 0244
www.agrourbano.com.br
www.facebook.com/AgrourbanoComunicacao
@agrourbano_comunicacao

Últimos Releases

Preencha seus dados

Preencha corretamente que entraremos em contato o mais breve possível.